sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

MISSÃO CUMPRIDA DE DEPUTADO ESTADUAL

video

BOLETIM INFOMATIVO DOS PRIMEIROS QUINZE DIAS


DE DEPUTADO ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL.
     Vanderlan Vasconselos

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Governador Ivo Sartori recebe relatório sobre Eficiência Econômica da SPH.

No final da manhã de segunda-feira (19/JAN) o governador Ivo Sartori, acompanhado do vice-governador José Paulo Cairoli, recebeu o deputado estadual Vanderlan Vasconselos – PSB. Na oportunidade foi entregue por Vanderlan um Relatório sobre a Eficiência econômica da Superintendência de Portos e Hidrovias – SPH.

O documento tem o objetivo de provocar a reflexão sobre a relação custo benefício, para o Estado. Pelo fato do mesmo ter assumido a responsabilidade de administrar os portos de Porto Alegre, Pelotas, Cachoeira do sul e Estrela. Que é uma atividade de competência da união. E que pelo fato do Estado não conseguir administrar da forma correta, lhe acarreta não só uma cobrança, neste sentido como um ônus econômico e político que ele não consegue suportar, além de notificações e multas dos mais diversos órgão fiscalizadores ao qual a atividade esta sujeita.

Vanderlan chama a atenção para o faro da SPH, após um ano inteiro de trabalho ter conseguido arrecadar  R$ 9.883.358,29 (Nove milhões, oitocentos e oitenta e três mil, trezentos e cinquenta e oito reais e vinte  e nove centavos). Endo que o seu custo de operação foi de R$ 35.717.549,24 (Trinta e cinco milhos, setecentos e dezessete mil quinhentos de quarenta e nove reais e vinte e quatro centavos). Representando um prejuízo aos cofres públicos de R$ 25.834.190,95 (vinte e cinco milhões, oitocentos e trinta e quatro mil, cento e noventa reais e noventa e cinco centavos). Deste total os gastos com folha de pagamento equivalem a R$ 11.431.581,59 (Onze milhões, quatrocentos e trinta e um mil, quinhentos e oitenta e um reais e cinquenta e nove centavos)> Valor em si já superior ao que foi arrecadado no ano inteiro. E que não leva em conta os gastos patronais, da ordem de R$ 6.943.935,56 (Seis milhões novecentos e quarenta e três mil, novecentos e trinta e cinco reais e cinquenta centavos). E que também necessita do aporte de uma empresa prestadora de segurança privada. Cujo gasto é algo como R$ 5.000.000,00 (Cinco milhões de reais).

Para Vanderlan este desequilíbrio econômico não se justifica. E o caso dos nossos portos deveria receber o mesmo tratamento já dispensado para as rodovias federais devolvidas para o controle e administração da União. É o Governo Federal quem deve tocá-los. Pois è ele que concentra 70% de tudo o que se arrecada de impostos em nosso país. E não existe motivo para o Estado ficar tendo prejuízo sobre prejuízo, para tentar fazer algo que não sabe fazer com a eficiência necessária.

Afinal de contas. Em todo mundo um porto é sinal de dinamismo econômico e social. Fonte de recursos financeiros e gerador de vagas de trabalho. E no nosso caso nada disso acontece. Pois não temos a visão apurada para sabê-lo explorar e transformá-los na força motriz de nossa economia.

É por este motivo que Vanderlan sugeriu ao governador que analise o caso e veja a conveniência de devolver a concessão à União.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

TRAJETÓRIA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RIO GRANDE DO SUL

CLIQUE NA IMAGEM

sábado, 17 de janeiro de 2015

BALANÇO DO TRABALHO METADE DO MANDATO DE DEPUTADO ESTADUAL/RS

1 DE JANEIRO


5 DE JANEIRO

6 DE JANEIRO

8 DE JANEIRO



9 DE JANEIRO



10 DE JANEIRO


13 DE JANEIRO











14 DE JANEIRO 

15 DE JANEIRO







VISITAS METADE DO MANDATO DE DEPUTADO ESTADUAL/RS.

5 DE JANEIRO
DEP. CATARINA PALADINI

6 DE JANEIRO
EX VEREADOR ALEX DALL ZOTO - ERECHIN

7 DE JANEIRO
Presente em nosso gabinete o Amigo Trabalhista Fernando Cheruti.

7 DE JANEIRO
ESTEIO VISITA ESPECIAL DO VICE PREFEITO DR. GETÚLIO FIGUEIREDO.

8 DE JANEIRO - RECEBI AGORA A VISITA Rogério Araújo de Salazar CHEFE GABINETE
DEPUTADO FEDERAL JOSÉ STEDILE.

8 DE JANEIRO
Meu amigo Diego Adam Com chuva veio me visitar.

MONTENEGRO EM MOVIMENTO
Recebi os companheiros socialistas Bruno e o Presidente Municipal do PSB Amorete.

9 DE JANEIRO
ESTEIO
Recebi a visita de nosso Presidente Municipal do PSB Sandro Schneider Severo.

SAPUCAIA DO SUL
Recebemos o vice presidente do PSB de Sapucaia do Sul Clovis Oliveira.

ESTEIO
VISITA ESPECIAL
Recebi os Amigos e companheiros Itagiba e Jussara Krug em nosso gabinete.

PORTO ALEGRE
Pesquisador Leandro Taborda,

GRAVATAÍ PRESENTE
Recebi o Vereador Carlos Fonseca de Gravatai e o Assessor do Deputado Federal José
Stedile Emerson Machado.

FAMÍLIA
Foi nesta linda tarde que recebi meu cunhado Paulo Dias e meu AfilhadoArthur Vidal Dias

COORDENADOR DA BANCADA SOCIALISTA
Mario Sander Bruck veio visitar-me como o mais novo deputado da bancada a chegar na casa.

10 DE JANEIRO
A PRIMEIRA VISITA DA SEGUNDA SEMANA DE DEPUTADO
ESTADUAL FLAVIO SOARES.

DRA. IRENE RIES VISITA
NOSSO GABINETE

12 DE JANEIRO
CACHOEIRINHA
Recebi a visita meu Amigo Juarez Costa.

ESTEIO
Recebi Euclides Jorge de Castro
Diretor Escola municipal Camilo Alves.

CACHOEIRINHA
CONSELHEIRO ESTADUAL Person Mendes Person Mendes POVO DE TERREIRO.

PRO SINOS
Foi pauta da visita do Secretário municipal de Meio ambiente, em exercício, de São Leopoldo
GILMAR GRUB, em nosso gabinete.

PORTO ALEGRE
Recebi a visita do companheiro Rafael Cavalheiro que tem sua vida dedicada a comunicação e
cultura,

13 DE JANEIRO
CHARQUEADAS
Visita especial do Vereador PSB José Inácio Abrahão do município de Charqueadas.

ESTEIO
PPS através do seu fundador em Esteio
Nilton Severo fez uma visita especial em nosso gabinete

SOCIEDADE SURDOS DE ESTEIO
Recebi a visita da voluntária e Mestranda BIANCA RIBEIRO PONTIN para tratar da legalização
da Entidade

ESTEIO
IGREJA BATISTA MISSIONARIA
Se fez presente com as bênçãos de Deus em nosso gabinete. Acompanharam o Pastor Jandir
Rosa, Felipe Alvienes, Lenita Alvienes e Sérgio Santos.

15 DE JANEIRO
SÃO LEOPOLDO
Recebi a visita do histórico Socialista Fernando Saenger

NOVO HAMBURGO E TÁQUARA
Recebi as visitas dos amigos Debora Krug Oleques, Ronaldo e Juliano Barbosa.

PORTO ALEGRE
Recebi o companheiro JURACI ALVES SARAIVA em nosso gabinete nesta manhã de quarta.

ESTEIO
No gabinete a presença doEng. Ubirajara Simon, companheiro de partido de Esteio.

SAPUCAIA DO SUL
Recebi Valdir Schultz Dos Santos companheiro do Núcleo Cohab de Sapucaia do Sul

PORTO ALEGRE
Visita especial Raul Damo candidato a deputado federal pelo PSB.

ESTEIO
Recebi a visita do amigo SILVIO TELLES de Esteio.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

“Celanova” chega para ser carregado com butadieno.

O navio-tanque de bandeira espanhola “Celanova” chegou na manhã de quinta-feira (08/JAN) para ser carregado com butadieno. Sua atracação ocorreu no píer II do terminal Santa Clara, do Polo Petroquímico de Triunfo. E deverá ser rápida. Pois a previsão é de que o navio parta já no dia seguinte rumo ao porto de Rio Grande. Visando atender a demanda de outro navio-tanque que esta por chegar a este porto. O volume que esta operação envolve, bem como o navio que irá receber a carga, em Rio Grande, ainda não foi divulgado. Mas ficaremos acompanhando a operação para fazer o devido registro.

Foto: Carlos Oliveira

Celulose é enviada para Rio Grande.

Um carregamento de 2.000 toneladas de celulose foi enviado para o Porto Novo de Rio Grande. A barcaça responsável pelo seu transporte foi a “Trevo Azul” de propriedade da Navegação Aliança. Que atracou neste cais ás 11:20 da manhã de quinta-feira (08/JAN). Após ter sido carregada no terminal de uso privado (TUP) da empresa CPMC Celulose rio-grandense. Que fica as margens do lago Guaíba, no município de Guaíba, região metropolitana de Porto Alegre. O produto deverá ser armazenado neste porto até o seu embarque definitivo. E o destino final da carga será o mercado externo.


Na fotografia aqui vinculada, é possível de se ver a barcaça navegando em direção da fábrica de Guaíba. Em fato ocorrido no início da tarde de terça-feira (06/JAN). Para ser carregada antes de seguir viagem rumo a Rio Grande.



Foto: Carlos Oliveira

“Porto de São Pedro” e “BRANAVE VI” transportam farelo de soja.

As barcaças graneleiras “Porto de São Pedro” e “BRANAVE VI” ambas operadas pela Navegação Guarita, e navegando em comboio. Atracaram às 14:20 da manhã de quarta-feira (07/JAN) junto ao terminal da empresa Bianchini em Rio Grande. Vindas do terminal que a própria Bianchini possui, no município de Canoas, as margens do rio dos Sinos. Elas transportavam 2.300 e 1.800 toneladas respectivamente, de farelo de soja, do tipo lowpro.

O produto que se destina ao mercado externo. Deverá ser armazenado neste terminal. Que recentemente teve sua área de armazenagem ampliada. Com a conclusão de um novo armazém. Fato sempre bem vindo. Já que um dos nossos problemas mais graves é a falta de estrutura para armazenagem da safra, no período da colheita. E que agora ganha um sinal de esperança e de alívio; por parte do setor produtivo.

Foto: Carlos Oliveira

“Trevo Branco” é carregada com trigo.

A barcaça graneleira “Trevo Branco” de propriedade da Navegação Aliança, atracou às 13:20 no terminal Luiz Fogliatto de Rio Grande para ser carregada com trigo. Ao todo a operação deverá totalizar 3.000 toneladas do produto. Que na sequencia será trazido para a região metropolitana de Porto Alegre. Com um custo de frete bem menor. O que é sempre benéfico para o consumidor. Pois sendo este um produto básico de nossa alimentação. Quanto menor for o seu custo melhor para todos.

Foto: Carlos Oliveira

Navio mercante “Rays” chega com cevada argentina.

O navio mercante panamenho “Rays”, que mede 176,75 metros de comprimento e possui 29,40 metros de largura, chegou a capital do estado na manhã ensolarada de quarta-feira 07/JAN). Em seus porões ele estava transportando um carregamento de cevada. Produto oriundo da Argentina e cujo volume a ser descarregado aqui é estimado em 10.000 toneladas.



Sua atracação junto ao cais navegantes, do porto de Porto Alegre ocorreu ás 10 horas. Sendo este o terceiro navio a descarregar neste ano e o primeirosegundo que chegou. Já que o navio mercante “Lipica” chegou no último dia de 2014, e a operação de descarga se estendeu para o novo ano. E o navio "Santa Pacific" chegou na sexta-feira (02/JAN).

Antes de chegar a Porto Alegre, o “Rays” esteve operando no porto de Imbituba – SC. Partindo deste porto às 02:15 da madrugada de segunda-feira (05/JAN). Após ter descarregado 14.714,150 toneladas de cevada. Sua chegada em rio Grande ocorreu às 03:15 da madrugada de terça-feira (06/JAN) quando ele teve de fundear fora da barra. Para aguardar o momento de entrar no porto e poder seguir viagem rumo a Porto Alegre. Esta espera se deve a impossibilidade dos navios mercantes de grande porte de realizarem a navegação pelos canais artificiais que ligam Rio Grande a Porto Alegre em períodos sem a luz do dia. Por este motivo teve de se esperar o Sol raiar, para que o navio fosse conduzido de fora da barra para dentro da área do porto de Rio Grande e de lá recebesse o prático da Lagoa dos Patos que o conduziria com segurança para Porto Alegre. Esta demora representa perda de tempo e custos de operação. Que muito bem poderiam ser reduzidos se houvesse investimento na melhoria de nossa hidrovia. Investimento este que envolve no mínimo o seu alargamento e a sua sinalização de forma mais eficiente e eficaz. Rever esta situação é essencial para que possamos ter no futuro portos mais competitivos em nosso estado. Pensem nisso!

Vanderlan Vasconselos

Fotos: Carlos Oliveira

EXCLUSIVO – O FEITO DO “SANTA PACIFC”.

Eram 05:50 de terça-feira (06/JAN) quando a claridade do dia começou a iluminar a capital do Estado. Atracado junto ao cais Navegantes, do porto de Porto Alegre, tudo estava pronto para dar início à manobra de desatracação do navio mercante “Santa Pacific”. O prático da lagoa dos Patos comandava a operação junto ao passadiço. Enquanto os rebocadores na Navegação Amandio Rocha – NAR iniciavam a manobra de puxar o navio para longe do cais. No cais os trabalhadores do Órgão Gestor de Mão de Obra – OGMO soltaram as espias, liberando definitivamente o navio.



Pelo horário e por ser este o período do ano de maior duração da luz solar. Estava evidente que o prático havia planeado realizar a viagem entre os portos de Porto Alegre e Rio Grande no mesmo dia. Vencer os 300 Km que separam um porto do outro, e que possuem dois trecho de canais artificiais. Cuja restrição para a navegação noturna, dos grandes navios mercantes existe, por causa de suas limitações de largura, traçado e sinalização. Era o grande desafio. Que foi vencido quando o “Santa Pacific” chegou a área de troca de prático de rio Grande. Que fica em frente a cidade de São José do Norte. Isto ocorreu às 20:30 da terça-feira (06/JAN). O prático da Barra do Rio Grande chegou a bordo da lancha da Praticagem da Lagoa dos Patos. A manobra foi passada de um prático para o outro. E como o balizamento da área do porto de Rio Grande é perfeito. Possibilitando a navegação de todos os tipos de navios durante as 24 horas do dia. O “Santa Pacific” pode sair barra a fora. E rumar para o seu porto de destino, o da cidade argentina de Bahia Blanca.

O feito realizado pelo serviço de praticagem da Lagoa dos Patos ao conduzir o navio mercante “Santa Pacífic” é motivo de comemoração. Não foi a primeira vez que isto ocorreu. No entanto ele é a prova de que com dedicação empenho e vontade política. Nossa hidrovia poderia receber as melhorias de que tanto necessita. E com isto beneficiar a economia e o povo do Rio Grande do Sul.

Fotos: Carlos Oliveira

“Trevo Vermelho” é carregada em Pelotas.

A barcaça graneleira “Trevo Vermelho” foi a segunda embarcação a ser carregada na cidade de Pelotas neste início de 2015. Sua chegada a esta cidade, ocorreu no domingo (04/JAN). No entanto, como o terminal de uso privado (TUP) da empresa Cimabgé estava ocupado. Ela teve de esperar a liberação do espaço, atracando junto ao cais do porto público de Pelotas. Feito esta liberação, ela desatracou na segunda-feira (05/JAN) para finalmente atracar no TUP da empresa Cimbagé, onde iniciou a operação de carregamento de 2.961,050 toneladas de clinquer. E que teve seu término no mesmo dia, liberando-a para partir rumo ao município de Nova Santa Rita. No TUP que a própria Cimbagé possui as margens do rio Caí.

Na fotografia aqui vinculada, é possível de se ver a passagem da barcaça por Porto Alegre; ocorrida ás 16:24 de terça-feira (06/JAN).

Foto: Carlos Oliveira

“Norgas Pan” carrega propeno em Triunfo.

O navio-tanque “Norgas Pan” que havia chegado no terminal Santa Clara, de propriedade do Polo Petroquímico de Triunfo, na manhã de sábado (03/JAN). Partiu do píer I deste terminal ás 13 horas da tarde de segunda-feira (05/JAN). Seu destino imediato será o porto de Rio Grande. Onde o navio deverá realizar uma escala. Para ser carregado com mais 1.900 toneladas de propeno não saturado. Em operação a ser realizada no píer da empresa Braskem. Feito isto ele seguirá viagem para o exterior. Sendo o porto de destino o de Recalada, na Argentina.

Foto: Carlos Oliveira

“Trevo Oeste” é carregada com fertilizante.

A barcaça granaleira “Trevo Oeste” realizou mais uma operação de carregamento de fertilizante no porto de Rio Grande. Desta vez ela atracou no terminal de uso privado (TUP) da empresa Yara Brasil Fertilizantes. Para receber em seus porões 3.400 toneladas de rocha argélica. Que veio para o Brasil por intermédio do navio mercante “Saint Dimitrios”.

O “Saint Dimitrios” esta atracado no TUP da Yara desde às 07:30 da quinta-feira (01/JAN). Para descarregar cerca de 27.500 toneladas de rocha argélica. Já a barcaça graneleira “Trevo Oeste” atracou neste mesmo terminal às 10:15 do mesmo dia.  E seu carregamento deverá ser direto do navio para ela. Tornando a operação mais rápida e menos custosa. Pois quando concluída, seu destino deverá ser uma das duas unidades da Yara Brasil localizadas na região de Porto Alegre.

Foto: Carlos Oliveira

UMA FOTOGRAFIA ESPECIAL.

Algumas profissões fazem com que o trabalho da pessoa seja visto por muita gente, sem que o seu autor apareça. Uma destas profissões é a de fotógrafo. Que por ter o seu nome sempre vinculado a fotografia, acaba sendo conhecido do grande público, mas no entanto, dificilmente sua imagem é divulgada.

A fotografia que aqui faço questão de mostrar é a do jornalista Ricardo Guisti, Chefe de Fotografia do jornal “Correio do Povo”. Que tive a grata satisfação de encontrar no centro de Porto Alegre. Não sei se foi o espírito natalino que permitiu este encontro. Mas ele foi um verdadeiro presente de Natal. Pois rever os amigos, e saber que eles estão com saúde, é sempre motivo de alegria.

Foto: Carlos Oliveira

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

ENTREVISTA EXCLUSIVA:

DEPUTADO VANDERLAN VASCONSELOS
PROMETE FISCALIZAR ANDAMENTOS DE GRANDES OBRAS DA REGIÃO



Aos 57 anos, o advogado Vanderlan Vasconselos (PSB) acaba de entrar para a história como o primeiro deputado estadual da história de Esteio. Ex-vereador e eleito prefeito por duas vezes, Vasconselos assumiu uma vaga na Assembleia Legislativa na quinta-feira, 1º, para cumprir um mês de mandato, referente à atual legislatura, a qual era o segundo suplente da coligação que disputou o pleito de 2010.
Apesar das dificuldades impostas pelo período de recesso parlamentar, o deputado afirma que aproveitará ao máximo o período. “Estou amarrado, mas não paralisado. Estou na política há 28 anos e encaro esta posse como um prêmio por alcançar este espaço sem me vender. A função do deputado é legislar e fiscalizar. Portanto, não podendo apresentar projetos porque a Assembleia está em recesso, vou trabalhar intensamente na atividade fiscalizatória”, comenta Vasconselos.
Esta fiscalização deverá ter como foco principal três obras de grande impacto em Sapucaia do Sul e Esteio. Ele promete analisar as documentações e visitar pessoalmente as obras de duplicação da ERS-118, da Estação de Tratamento de Esteio e da BR-448, as duas últimas já inauguradas. “Estas obras são de alto valor e não mostraram ao que vieram. Quero saber por que elas estão paradas”, explica.
O deputado apresentou na segunda-feira, 5, ao governador José Ivo Sartori um projeto de parceria público privada (PPP) no setor de Portos e Hidrovias. Outra ação que será tomada nesta semana é o pedido de abertura de uma Comissão parlamentar de Inquérito (CPI) na comissão Saúde e Meio Ambiente para investigar denúncia de fraudes na compra de próteses médicas usadas pelo SUS.
“Meu objetivo é dar o máximo de visibilidade neste período para que a população da nossa região veja o quanto de trabalho pode ser feito por um deputado para as cidades da região. Canoas, Esteio, Sapucaia e São Leopoldo não elegeram nenhum deputado diretamente. São milhares de pessoas que não possuem representantes diretos. Vou publicar, em tempo real, nas redes sociais, cada passo das minhas atividades, para que todos possam acompanhar”, conta o deputado.

Leia a matéria completa aqui: http://folhadopovo.net/?p=249 

Pedido de CPI da máfia das próteses avança na Assembleia do RS

Deputado conseguiu 9 assinaturas necessárias para análise de comissão.
FONTE: G1

Reportagem do Fantástico mostrou esquema de propina com médicos.

“Trevo Branco” transporta bagaços para Rio Grande.

A barcaça graneleira “Trevo Branco” atracou ás 09:45 da manhã de segunda-feira (05/JAN) no terminal de uso privado (TUP) da empresa Bianchini em Rio Grande. Para lá ela transportou um carregamento de bagaços e outros resíduos sólidos. Que foi resultante do processamento de grãos de nossa safra agrícola. E que agora estão sendo armazenados neste terminal a espera do momento oportuno em que serão enviados ao exterior.

Nesta viagem a “Trevo Branco” transportou 2.930,770 toneladas do produto. Que foi produzido pela unidade de Canoas da empresa Bianchini. e embarcados pelo TUP que a unidade possui as margens do rio dos Sinos.

Foto: Carlos Oliveira

Navio mercante “Lipica” parte vazio de Porto Alegre.

Passava um pouco das 08 horas da manhã de domingo (04/JAN) quando o navio mercante “Lipica” iniciou o trabalho de desatracação do porto de Porto Alegre. O navio que chegou no último dia do ano de 2014. Partiu após ter descarregado as 8.000 toneladas de cloreto de potássio que trouxe em seus porões. Seu novo destino será o porto de Santos. Aonde ele deverá ser carregado, garantindo as trabalhadores deste porto emprego e renda. Já para os trabalhadores do porto de Porto Alegre, fica a tristeza de ver mais um navio graneleiro partir vazio. Sem nada levar, porque no porto não existe estrutura para realizar este tipo de operação. Já que o investimento foi minguando ao longo do tempo. E o que aqui existia ficou ultrapassado ou virou sucata.



Investir na capacitação de nosso porto é essencial para que possamos ter um futuro melhor. Pois a dinâmica de um porto ativo é o melhor instrumento de fomento da economia por ale atingida. Pensem nisso!

Vanderlan Vasconselos

Fotos: Carlos Oliveira

“Prof. Lelis Espartel” transporta farelo de soja.

A barcaça graneleira “Prof; Lelis Espartel” transportou mais um carregamento de farelo de soja. O carregamento totalizando 2.722,594 toneladas foi embarcado pelo terminal de uso privado (TUP) da empresa Bianchini que fica as margens do rio dos Sinos. E teve como destino o TUP da própria Bianchini em Rio Grande. Aonde a barcaça atracou ás 13:30 da tarde de segunda-feira (04/JAN).

Como podemos observar. A navegação interior é muito ativa e útil para quem produz e necessita de um transporte seguro, de confiança e barato. Incentivá-la é trabalhar em prol do nosso desenvolvimento social e econômico. E é isto o que eu faço ao divulgá-la.

Vanderlan Vasconselos

Foto: Carlos Oliveira

Farelo de soja é enviado para rio Grande.

Um carregamento de farelo de soja foi enviado pela empresa Bianchini de Canoas para o porto de Rio Grande. O produto foi transportado por meio das barcaças graneleiras “Porto de São Pedro” e “BARNAVE VI”. Sendo que o volume de carda barcaça totalizava 2.300 e 1.800 toneladas respectivamente.

O farelo de soja partiu do Terminal de uso privado (TUP) da Bianchini, que fica as margens do rio dos Sinos. E chegou ao seu destino, o TUP da Bianchini no Super Porto de Rio Grande, no sábado (03/JAN). Aonde ele será armazenado até o momento de ser enviado para o mercado externo.

Foto: Carlos Oliveira

Butadieno é enviado de Triunfo para Rio Grande.

Um carregamento estimado em 3.100 toneladas de butadieno, matéria prima básica para a produção de borracha sintética, partiu de Triunfo para o porto de Rio grande. Este fato ocorreu às 13 horas da tarde de sábado (03/JAN). Quando o navio-tanque de bandeira espanhola “Celanova” partiu do píer II do terminal Santa Clara.

O destino desta carga é o píer petroquímico utilizado pela empresa Braskem. Que fica na área do Super Porto de Rio Grande e é dedicada para trabalhar com carga deste tipo. Segundo consta, nos próximos dias esta previsto a chegada do navio-tanque “Gaschem Baltic”. Com o objetivo específico de embarcar 5.300 toneladas de butadieno. Numa operação de transferência direta de um navio para o outro. Que deverá ocorrer com ambas as embarcações atracadas neste píer.

Foto: Carlos Oliveira

Clinquer é embarcado por Pelotas.

No final da sexta-feira (02/JAN) ocorreu o primeiro carregamento de clinquer na cidade de Pelotas. Este fato envolveu a barcaça graneleira “Trevo Roxo”. Que após concluir a operação de descarga de celulose no Porto Novo. Rumou diretamente para esta cidade. Vindo a atracar ainda no mesmo dia no terminal de uso privado (TUP) da empresa Cimbagé. Para poder iniciar a operação de carregamento das 2.930,77 toneladas de clinquer programadas para aquela operação.

A partida da barcaça ocorreu no sábado (03/JAN). Tendo como destino o TUP que a própria Cimbagé possui no distrito de Morretes. Que fica as margens do rio caí, no município de Nova Santa Rita.

Na fotografia aqui vinculada, vê-se o momento em que a barcaça “Trevo Roxo” passava por Porto Alegre rumo ao seu destino final. Às 11:30 da manhã de domingo (04/JAN).

Foto: Carlos Oliveira

“Germano Becker” é carregada com fertilizante.

Eram 01:15 da madrugada de sexta-feira (02/JAN) quando a barcaça graneleira “Germano Becker” atracou junto ao terminal de uso privado (TUP) da empresa Yara Brasil Fertilizantes de Rio Grande. Seu objetivo neste terminal era o de ser carregada com fertilizante. Com um volume inicialmente estimado de 4.000 toneladas.

Depois de concluída esta operação a barcaça deverá se dirigir a região de Porto Alegre. Aonde a empresa Yara Brasil possui duas unidades aptas a receber a carga e processá-la. Misturando-o e embalando-o para que possa ser comercializado.

Foto: Carlos Oliveira

“Taurogas” parte para viagem ao exterior.

O navio-tanque “Taurogas”, de bandeira panamenha, e que realiza serviço de transporta para o Polo Petroquímico de Triunfo. Partiu do terminal Santa Clara, de uso privativo do polo petroquímico, ás 12:20 da tarde de sexta-feira (02/JAN). Rumando para Rio Grande, seu destino é o porto argentino de San Lorenzo. Aonde ele deverá descarregar a produção de Triunfo. Gerando divisas para o país, além é claro de garantir a manutenção de empregos e distribuição de renda para o nosso estado. Esta é uma boa forma de se começar o ano de 2015. Cujas perspectivas econômicas não são muito animadoras. Devido, principalmente. As falhas na condução da política econômica por parte do Governo Federal nos últimos anos.

Foto: Carlos Oliveira

Celulose é desembarcada em Rio Grande.

O Porto Novo de Rio Grande recebeu às 08 horas da manhã de sexta-feira (02/JAN) a barcaça graneleira “Trevo Roxo” de propriedade da navegação Aliança. A embarcação trouxe em seus porões um carregamento estimado em 2.500 toneladas de celulose. Que foram produzidas pela unidade industrial da CPMC Celulose Rio-grandense, da cidade de Guaíba. E que possui um terminal de uso privado (TUP) as margens do próprio Guaíba para realizar o embarque do produto.

Esta celulose deverá ser armazenada no Porto Novo até o momento de seu embarque definitivo. No navio que a levará para o exterior. E que normalmente quando chega a este porto descarrega bobinas de papel jornal. Que tem na empresa “Zero Hora” o seu principal cliente.

Foto: Carlos Oliveira

“Prof. David Cunha” transporta farelo de soja no último dia do ano.

O ano de 2014 chegou ao seu final com a navegação interior trabalhando muito. Foi assim que ocorreu com a barcaça graneleira “Prof. David Cunha” que em sua última viagem do ano atracou às 19 horas da quarta-feira (31/DEZ), no terminal de uso privado (TUP) da empresa Bianchini, localizado no porto de Rio Grande. Após ter partido do TUP da própria Bianchini, localizado em Canoas. Com um carregamento de farelo de soja, que totalizava 2.694,716 toneladas. E que deverá ser exportado em breve por este terminal.

Foto: Carlos Oliveira

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Vanderlan: Instalação de CPI das Próteses já conta com a assinatura de nove deputados

Gisele Ortolan - MTE 9777 | PSB - 14:59-08/01/2015

O pedido de instalação de uma CPI na Assembleia Legislativa para investigar as denúncias envolvendo o fornecimento ilegal de próteses e órteses já conta com a assinatura de nove parlamentares.
O propositor da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), deputado estadual Vanderlan Vasconcelos (PSB), informa que já subscrevem o pedido de implantação os deputados: Catarina Paladini (PSB), Heitor Schuch (PSB), José Sperotto (PTB), Stela Farias (PT), João Fischer (PP), Gabriel Souza (PMDB), Nelson Harter (PMDB) e Décio Franzen (PDT).
O pedido foi entregue à Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa no início desta semana. Na solicitação, Vanderlan destaca o prejuízo causado para o Estado em razão das denúncias relativas a uma máfia envolvendo empresas, escritórios de advocacia e profissionais médicos que montaram um esquema para fraudar o sistema de saúde, inclusive com falsificação de laudos e documentos para burlar ações judicias, obtendo desta forma liminares para obrigar o Estado ao fornecimento de próteses e órteses, usurpando os cofres públicos e prejudicando ainda mais o atendimento do cidadão pelo sistema único de saúde.
“Através da CPI o Parlamento cumprirá com a sua obrigação que é a de fiscalizar a adequada utilização dos recursos públicos e o interesse do nosso povo. Nossa preocupação é garantir que, logo no retorno do recesso parlamentar, a Comissão Parlamentar de Inquérito possa estar instalada para acompanhar as investigações que certamente serão instauradas junto aos órgãos competentes”, aponta Vanderlan.

Fonte: http://www2.al.rs.gov.br/noticias/ExibeNoticia/tabid/5374/IdOrigem/1/IdMateria/295896/language/pt-BR/Default.aspx
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

Vanderlan busca informações sobre paralisação da obra do Arroio Sapucaia

Gisele Ortolan - MTE 9777 | PSB - 14:11-08/01/2015 - Foto: Gisele Ortolan

O deputado estadual Vanderlan Vasconselos (PSB), acompanhado dos vereadores de Esteio, Ari da Center (PSB) e Leonardo Pascoal (PP), visitaram a Superintendência de Negócios da Caixa Econômica Federal Região dos Sinos para buscar informações sobre a obra de Renaturalização do Arroio Sapucaia e Parque Linear Ambiental, bem como da obra de Infraestrutura do Arroio Sapucaia, oriundas dos contratos de repasse 0292879-75, de 07/12/2009 e 0352743-17, de 05/12/2011, firmados entre o município de Esteio e  Ministério das Cidades.
Conforme Vanderlan, a intenção é dar transparência ao processo informando à população de Esteio, que há cinco anos espera pela conclusão desta obra. “A conclusão vive em meio a atraso e paralisações, com dispêndio de material pela ação da própria natureza do arroio, além da ponte e a própria rodovia parecer não apresentarem condições de trafegabilidade e de mobilidade urbana”, salienta o deputado.
Segundo informações do superintendente Marcos de Souza Oliveira e do arquiteto Augusto Lanner Cardoso, a obra atualmente está com aproximadamente 56% do cronograma financeiro concluído, o valor total é de R$ 19 milhões.
Vanderlan reforçou a preocupação com a demora para a conclusão do contrato, assinado em 2009. “Parece estar longe de ser concluído, o que põe o município em risco de ter que efetuar a devolução dos valores já pagos, caso a obra não se conclua ou não tenha condições de ser utilizada”, afirmou o deputado.
Os vereadores Ari e Leonardo cobraram a cópia do processo licitatório e dos projetos, que não foram entregues, apesar dos vários pedidos de informações que não foram respondidos. Conforme o Superintende, a Caixa Econômica Federal apenas faz o acompanhamento da adequação do projeto ao objeto do contrato de repasse, da documentação necessária e da medição da obra para liberação das parcelas, sendo que a responsabilidade quanto ao projeto ser viável é exclusiva da prefeitura e da empresa executora.
Diante da situação, os vereadores informam que irmão formalizar pedido à Superintendência da Caixa Econômica Federal a fim de obter cópia de toda a documentação solicitada pelos vereadores. Vanderlan também irá encaminhar aos Tribunais de Contas do Estado e da União, solicitação de inspeção e vistoria técnicas extraordinárias para evitar o latente risco da obra se tornar um monumento ao desperdício de recursos públicos.
“A obra era para estar pronta em 2012. A rodovia tem pontos laterais onde correm tubulações e tanques de combustíveis da (Petrobrás Distribuidora, Refinaria Alberto Pasqualini e Shell Distribuidora) de alta periculosidade em grandes quantidades e um pequeno desvio de condutores de veículos e caminhões automotores podem causar acidentes de grandes proporções e risco ao meio ambiente e a comunidades de Esteio e Canoas”, alerta Vanderlan.

Fonte: http://www2.al.rs.gov.br/noticias/ExibeNoticia/tabid/5374/IdMateria/295894/language/pt-BR/Default.aspx
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

Vanderlan cobra funcionamento da obra de Estação de Tratamento de Esgoto de Esteio

Obra garantirá futuro com sustentabilidade ambiental para a Região do Vale dos Sinos

O deputado estadual Vanderlan Vasconselos (PSB) esteve na superintendência da Corsan Região dos Sinos, buscando informações sobre o funcionamento da Estação de Tratamento de Esgoto de Esteio. A ETE atenderá Esteio, Sapucaia (70%) e Canoas (bairro M
atias Velho) Inaugurada no dia 11 de dezembro do ano passado, a obra tem a  pretensão de atender 93% do esgoto cloacal da cidade.

O deputado foi recebido pela Superintendente da Região dos Sinos, Solange Borges de Vargas, e pelos Engenheiros Luciano Marcon e André Borges. Segundo Solange, a obra Estação de Tratamento de Esgoto – ETE de Esteio está pronta para entrar em funcionamento, mas só estará operando com plena capacidade após o término das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "A perspectiva é que até o final deste ano, a ETE Esteio esteja recebendo o esgoto do Bairro Novo Esteio", afirmou.

A obra, que teve seu início em 2008, ainda vai levar, conforme informações, até início de 2016 para ser complementada no restante dos bairros e poderá levar mais três anos para liberar a ligação aos futuros usuários. Lembra ainda, que a cobrança vai acontecer no percentual de 70% do que hoje o contribuinte paga pelo valor da água. Se paga R$ 100,00 de água, vai pagar mais R$ 70,00 de taxa de esgoto cloacal.

Vanderlan lembrou da necessidade de os demais bairros da cidade serem atendidos pelo sistema, assinalando que prefeitura de Esteio deve estar atenta e em consonância com estas obras do Governo Federal. "Isso para que não se realizem obras de asfaltamento, com o empréstimo autorizado, antes da conclusão da rede de esgoto, evitando assim o desperdício dos recursos público", apontou.

A Região dos Sinos foi contemplada com R$ 1 bilhão em recursos para a implantação da rede de esgoto. As obras vão permitir que 93% dos esgotos sejam tratados em Esteio e 70% na cidade de Sapucaia do Sul.

A surpresa ficou por conta da constatação de que a obra inacabada da construção da Rodovia do Parque, BR 448, somente fará a transposição de menos de 50% da capacidade de geração resíduos da ETE Esteio, em direção ao Rio dos Sinos, funcionando como uma verdadeira represa gerando e contribuindo para as recentes enchentes na cidade.


Gisele Ortolan
Jornalista 


Porto de Porto Alegre recebe seu primeiro navio do ano.


O primeiro navio a atracar no porto de Porto Alegre no ano de 2015 foi o graneleiro panamenho “Santa Pacific”. Este fato ocorreu às 09:35 da manhã de sexta-feira (02/JAN), quando ele atracou no cais Navegantes.


O “Santa Pacific” possui 169,03 metros de comprimento e 27,20 metros de largura. Foi construído no ano de 2000, pelo estaleiro Imabari Shipbuilding, da cidade de Imabari no Japão. Para a empresa Vera Shipping, com sede em Istambul, capital da Turquia. Recebendo o nome de “Santa Pacifica”. Em 01/MAI/2012 ele trocou de proprietário e passou a ser chamado pelo seu novo nome, “Santa Pacific”.

A carga que ele trouxe para Porto Alegre é composta 9.144,56  toneladas de cevada. Produto de origem argentina. E que foi embarcado pelo porto de Bahia blanca entre os dias 15 e 18 de dezembro. E que, no Brasil, também foi descarregado no porto de Paranaguá. Onde ele atracou às 21 horas da noite de domingo (21/DEZ) e partiu às 05:50 da manhã de terça-feira (30/DEZ);

Fotos: Carlos Oliveira

Navio-tanque “Zeugman” chega a Porto Alegre.

O segundo navio que chegou a região de Porto Alegre neste ano de 2015 foi o turco “Zeugman”. Navegando a pouca distância do “Celanova”. O “Zeugman” veio de Rio Grande onde esteve descarregando. Ele foi avistado por volta das 08:19 da manhã de sexta-feira (02/JAN), que amanheceu com céu encoberto, pelas  nuvens escuras e carregadas. Seu destino era o píer I, do terminal Santa Clara. Local onde deverá ser carregado antes de partir novamente.

Fotos: Carlos Oliveira

Navio-tanque “Celanova” é o primeiro que chega em 2015.

O primeiro navio que chegou a região de Porto Alegre no ano de 2015 foi o navio-tanque espanhol “Celanova”. Vindo de uma viagem realizado para a Argentina. Aonde ele atracou às 19:44 de segunda-feira (29/DEZ) no porto de Recalada. Para descarregar poder parte da produção do Polo Petroquímico de Triunfo. E de onde partiu às 04:42 da madrugada de terça-feira (30/DEZ). Para sua viagem de regresso.


Sua chegada ao nosso estado coincidiu com o final do ano. Que assim como a noite de Natal presencia uma das raríssimas vezes em que o serviço da Praticagem da Barra de Rio Grande paralisa as suas atividades por algumas horas. Por este motivo, o “Celanova” teve de fundear, em mar aberto, fora da barra do rio Grande às 03:24 da madrugada de quinta-feira (01/JAN). Sua entrada só veio a ocorrer às 13 horas daquele mesmo dia. Oportunidade em que ele foi conduzido pelo prático da barra até o ponto Echo. Local em que assumiu o prático da Lagoa dos Patos para, aí sim, iniciar o percurso final de sua viagem. Que vai até o terminal Santa Clara, do polo petroquímico de Triunfo.

No qual o navio veio a atracar ás 14:15 da tarde de sexta-feira (02/JAN), no píer II. Para ali poder ser novamente carregado antes de iniciar sua próxima viagem.

Fotos: Carlos Oliveira

“Trevo Branco” inicia o ano de 2015.

A barcaça graneleira “Trevo Branco” iniciou o ano de 2015 navegando carregada rumo ao porto de Rio Grande. A embarcação de propriedade da Navegação Aliança foi vista às 10:19 da manhã de quinta-feira (01/JAN) quando passava pelo Canal do Cristal. Seus porões estavam carregados com cerca de 3.000 toneladas de bagaços e outros resíduos sólidos. Resultantes do processo de esmagamento de soja realizados na unidade da empresa Bianchini, de Canoas. E se destinam a Bianchini de Rio Grande. Que possui suas instalações na área do Super Porto de Rio Grande. Aonde o produto deverá ser armazenado antes de ser embarcado rumo ao exterior. Os bagaços embora sejam resíduos, ainda possuem valor comercial e nutritivo. E sua venda representa o aproveitamento ao máximo da nossa produção agrícola. Que consegue obter lucro até dos resíduos que antes eram desprezados e jogados fora.

Foto: Carlos Oliveira

Navegar é preciso – “Rio Grande do sul” chega após descarregar em Rio Grande.

Quando se diz que: “Navegar é preciso”. Muita gente não percebe o quanto a rotina de quem trabalha em um navio pode ser sacrificante. E um bom exemplo disso aconteceu com a barcaça graneleira “Rio Grande do Sul”.

A embarcação da Frota de Petroleiros do Sul – PETROSUL havia viajado para a cidade de Rio Grande. Lá ela atracou junto ao terminal de uso privado (TUP) da empresa Bianchini às 18:20 de terça-feira (30/DEZ) para descarregar 2.100 toneladas de farelo de soja.  Finalizada esta operação, ela iniciou sua viagem de retorno para a cidade de Canoas, navegando durante o último dia do ano e passando a virada do ano no meio da Lagoa dos Patos. Sua chegada na manhã de quinta-feira (01/JAN) representa o fim da viagem. Mas também o início da próxima viagem. Pois novamente a barcaça deverá ser carregada e preparada para partir.

Com relação ao descanso dos tripulantes. Este ocorrerá quando a tripulação for trocada. No entanto, a festa da virada do ano foi ali. No espaço restrito da embarcação, com os colegas de trabalho navegando no meio da Lagoa dos Patos.

Foto: Carlos Oliveira

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

VISITA AO NOSSO GABINETE

Hoje, bem recebido pelo Deputado Vanderlan Vasconselos PSB 40.
A valorização do Artesão Gaúcho. Mais eventos no Estado e fazer intercambio cultural e aumento na produção e comercialização dos produtos.

CARAZINHO 
Mauro Antonio Locatelli (FENIAR)
EM VISITA AO NOSSO GABINETE.
PAUTA MELHORAR OPORTUNIDADES 
ESTADO AO ARTESÃO GAÚCHO...

Deputado Vanderlan apresenta projeto de PPP ao governador Sartori

O deputado estadual Vanderlan Vasconselos (PSB) apresentou ao governador José Sartori a proposta de criação de uma Parceira Público Privada (PPP) para a dragagem e o alargamento dos canais de navegação de acesso aos portos de Porto Alegre e Pelotas.

“Esta medida traz consigo a visão da economicidade, do desenvolvimento sustentável e da busca do que é melhor para o Estado. É uma parceria que se baseia na união de esforços do Governo Federal, Governo Estadual e a iniciativa privada para realizar algo inédito no país”, destacou Vanderlan.

O governador José Sartori determinou o encaminhamento da proposta à Secretaria de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a fim de se analisar a implantação. A PPP pretende que os canais de navegação sejam utilizados como áreas de mineração de areia. O material retirado poderá ser comercializado, abastecendo o mercado da construção e gerando lucro.

Atualmente, a SPH - Superintendência de Portos e Hidrovias é responsável pelo processo de dragagem. Vanderlan alerta que, além do alto custo da operação, cerca de R$ 6 milhões, o Estado carece de recursos para financiar o serviço e não tem equipamentos disponíveis.  “Faz anos que este processo foi realizado, o calado está pequeno o que vem impedindo a navegação de barcos maiores, trazendo mais prejuízos para a nossa economia”, afirma o deputado socialista.

Fonte:
http://psbrs.com.br/v3/index.php?option=com_k2&view=item&id=7648%3Adeputado-vanderlan-apresenta-projeto-de-ppp-ao-governador-sartori

Deputado Vanderlan protocola pedido de CPI

Gisele Ortolan - MTB 9777 | PSB - 14:25-06/01/2015 - Foto: Divulgação

O deputado estadual Vanderlan Vasconcelos (PSB) protocolou na manhã desta terça-feira, dia 6, pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias relativas ao fornecimento de próteses e órteses.
O pedido foi entregue à Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa. Até a tarde desta terça-feira, a iniciativa já contava com o apoio de outros quatro parlamentares: Heitor Schuch  (PSB), José Sperotto (PTB), Stela Farias (PT) e João Fisher (PP).
Na solicitação, Vanderlan destaca o prejuízo causado para o Estado em razão das denúncias relativas a uma máfia envolvendo empresas, escritórios de advocacia e profissionais médicos que montaram um esquema para fraudar o sistema de saúde, inclusive com falsificação de laudos e documentos para burlar ações judicias, obtendo desta forma liminares para obrigar o Estado ao fornecimento de próteses e órteses, usurpando os cofres públicos e prejudicando ainda mais o atendimento do cidadão pelo sistema único de saúde.
“Através da CPI o Parlamento cumpre com sua obrigação que é a de fiscalizar a adequada utilização dos recursos públicos e o interesse do nosso povo. Nossa preocupação é garantir que, logo no retorno do recesso parlamentar, a Comissão Parlamentar de Inquérito possa estar instalada para acompanhar as investigações que certamente serão instauradas junto aos órgãos competentes”, aponta Vanderlan.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Fonte:http://www2.al.rs.gov.br/noticias/ExibeNoticia/tabid/5374/IdMateria/295882/language/pt-BR/Default.aspx

Deputado Vanderlan apresenta projeto de PPP ao governador Sartori

O deputado estadual Vanderlan Vasconselos (PSB) apresentou ao governador José Sartori a proposta de criação de uma Parceira Público Privada (PPP) para a dragagem e o alargamento dos canais de navegação de acesso aos portos de Porto Alegre e Pelotas.
“Esta medida traz consigo a visão da economicidade, do desenvolvimento sustentável e da busca do que é melhor para o Estado. É uma parceria que se baseia na união de esforços do Governo Federal, Governo Estadual e da iniciativa privada para realizar algo inédito no país”, destacou Vanderlan.
O governador José Sartori determinou o encaminhamento da proposta à Secretaria de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a fim de se analisar a implantação. A PPP pretende que os canais de navegação sejam utilizados como áreas de mineração de areia. O material retirado poderá ser comercializado, abastecendo o mercado da construção e gerando lucro.
Atualmente, a SPH - Superintendência de Portos e Hidrovias é responsável pelo processo de dragagem. Vanderlan alerta que, além do alto custo da operação, cerca de R$ 6 milhões, o Estado carece de recursos para financiar o serviço e não tem equipamentos disponíveis.  “Faz anos que este processo foi realizado, o calado está pequeno o que vem impedindo a navegação de barcos maiores, trazendo mais prejuízos para a nossa economia”, afirma o deputado socialista.




Gisele Ortolan
Jornalista
(51) 98037702

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Dos amigos a gente não esquece.

A sexta-feira (02/JAN) que contou com ponto facultativo por parte Governo do Estado esvaziou o centro da capital. Com menos movimento de público o comércio se ressentiu. E o mesmo aconteceu com os artesãos da Praça da Alfândega. Cuja grande maioria nem montou sua barraca para tentar comercializar seus produtos.

Passando pela praça, não pude deixar de procurar os amigos que lá possuo. Como é o caso do “Cabeça”, um dos representantes do grupo de artesãos. Que tive o prazer de conhecer e auxiliar nas suas reivindicações em prol da categoria. Que sofreu muito com a mudança ocorrida após a revitalização do espaço público. E que envolveu a realocação de muitas barracas em novo local. Que acabou se mostrando muito ruim para as vendas, destes trabalhadores.

Durante o ano de 2014 auxiliei no que pude o grupo. Orientando-os e facilitando o contato com as pessoas que poderiam efetivamente auxiliá-los na busca por um espaço melhor. E que espero eles consigam no ano que se inicia.

Foto: Carlos Oliveira

Visita ao escritório local da ANTAQ.

Na tarde de sexta-feira (02/JAN), na qualidade de Deputado Estadual realizei uma visita ao escritório local da Agência Nacional de Transporte Aquaviário – ANTAQ. Lá fui recebido pelo chefe da unidade administrativa regional Fábio Flores e pelo Frederico Rossi. Cujo convívio se iniciou no ano de 2011 quando exerci o cargo de Diretor Superintendente de Portos e Hidrovias.

O motivo que me levou a realizar a visita foi esclarecer algumas preocupações que possuo com relação a administração de nossos portos e hidrovias por parte das duas autarquias estaduais, a saber: Superintendência do Porto de Rio Grande – SUPRG e Superintendência de Portos e Hidrovias – SPH. Já que no último ano ambas foram multadas várias vezes e em valores bem expressivos.

O relato que recebi é preocupante. Pois a síntese é de que independente de quem governe o nosso estado, a administração dos portos é sempre problemática. Ela é deficitária. Indicando que há carência de pessoal ou que a qualidade da formação dos quadros técnicos esta deficiente. Como consequência desta situação, novas multas deverão ser aplicadas. Em prejuízo do povo e da economia de nosso estado.

Com base nesta visita. Pude não só esclarecer algumas das dúvidas que possuía. Como também definir os próximos passos que irei tomar. Com o intuito de contribuir para que este problema possa ser encaminhado para uma solução positiva. Por parte do nosso novo governo.

Foto: Carlos Oliveira

A REALIZAÇÃO DE MUITOS SONHOS.

Às 17 horas da tarde de quinta-feira (01/JAN/2015) ocorreu no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul a posse dos suplentes do cargo de Deputado Estadual. Muito mais do que a realização do meu sonho. Que é fruto de uma longa jornada. Na qual por 05 vezes fiquei com os primeiros suplentes. Neste dia o sonho de muitos amigos se fez realidade.

Pois foi graças ao voto de confiança destes milhares de amigos, que finalmente a cidade de Esteio conseguiu ter o seu primeiro representante na Assembleia Legislativa. Uma cidade que pelo seu eleitorado poderia eleger facilmente um deputado a cada eleição. Mas que até agora nunca se mostrou unida para este objetivo.

Não é preciso dizer que, por maior que fosse o espaço, ele ficou pequeno para a cerimônia. Que contou com a presença dos demais suplentes a serem empossados e seus convidados. E que foi presidida pelo deputado Gilmar Sossella, presidente da Assembleia Legislativa.



As fotografias aqui apresentadas são o testemunho fiel da alegria deste momento histórico. Do qual faço questão de compartilhar com todos os amigos.

Vanderlan Vasconselos

Deputado Estadual - PSB

Fotos: Carlos Oliveira

O COMPROMISSO COM O TRABALHO.

Após ter tomado posse com deputado estadual, na tarde de quinta-feira (01/JAN) concedi minha primeira entrevista à TV Assembleia. E aproveitei para deixar claro que o curto tempo em que estarei exercendo o cargo, não significa que não vou trabalhar em prol da sociedade gaúcha. Embora o período seja de recesso parlamentar. Vou aproveitá-lo ao máximo para recuperar algumas demandas que aparentemente ficaram esquecidas na administração do ultimo governo. E que devem ser retomadas, pois são do interesse econômico do próprio Governo do Estado. E que estão relacionadas a administração publica e de nossos portos e de nossa hidrovia.


Foto: Carlos Oliveira